quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Blog x bicicleta


Por hora,apenas registro a satisfação de ter criado esse blog.Sinto-me como se tivesse 5 anos e tivesse ganhado minha primeira bicicleta...
Na verdade,é uma sensação que nem sei descrever,pois...nunca ganhei uma bicicleta,nem aos 5 anos,nem em tempo nenhum.Rs....
Mas...sempre imaginei como seria ganhar uma, e a sensação( mesmo imaginária), era maravilhosa!
Pois é essa sensação que sinto agora.Acho que isso se deve ao fato de que existem poucas coisas que me proporcionam mais prazer que escrever.
P.S:Na verdade,criei meu primeiro blog já em dezembro de 2007,com o nome de "Olhando o mar".Porém,descobri,tempos depois,que alguém já tinha um blog com esse nome.Precisei,por isso,criar outro e transferir minhas postagens para ele.Daí,surgiu "Olhar de mar".Esse texto eu já havia postado no anterior,em 29 de dezembro de 2007.Só precisei transferir.

7 comentários:

Rosane de Castro disse...

Oi, Grande Íris! Olha eu aqui no teu blog! Eu tive uma bicicleta verde da Monark, um arraso, foi um presentão, mas o presente que eu sempre sonhei de ganhar e NUNCA ganhei foi a boneca Susy, lembra? Pois é... ainda tenho traumas por isso.
Vou ser visitante assídua do teu blog. Beijo!

kasirag disse...

Olá amiga, gostei da comparação com a bike.Mas tudo sempre tem a primeira vez e depois , como se diz, quem anda de bicicleta ñão esquece. Abraços.

kasirag disse...

Kasirag= Stefano
...rs

Auricelia disse...

Oi, Íris!
P A R A B É N S P E L O B L O G

Você me fez lembrar Clarice Lispector... acho que ela começou assim, sem Blog, mas com Olhar de Mar.

A M E I

* Vou fazer um prá mim

Silvia disse...

Olá Iris,
que bom que você mudou o nome,so assim podemos compartilhar de suas palavras tão lindas!
beijos no coração.

magnolia disse...

Lindos textos!!!
Aliás, para mim não é surpresa. Você sempre soube externar seus pensamentos e seus sentimentos através da escrita.
Lembro daquelas "novelitas" que você, com a mais tenra idade, escrevia. Elas eram lindas, inocentes e doces.
E por falar em biclicleta, lembra "daquela"?
Te amo.

Rose disse...

Oi Amiga, aqui estou eu visitando o seu Blog e viajando nos seus textos. Não é que me veio a memória a sensação que tive quando ganhei da minha mãe a minha bicicleta "Monareta".É realmente uma sensação indescritível! Legal ter lembrado dessas emoções através do seu texto. Vou visitar sempre o seu blog, viu?! Pessoas como vc fazem a diferença nesse nosso planeta! Bjs